Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Natal SAPO Moçambique



Terça-feira, 29.12.09

1 de Janeiro - Dia Mundial da Paz e da Fraternidade Universal

                                                           
                                       
1 de Janeiro é o 1º dia do ano no calendário gregoriano. Esta data é o Dia Mundial da Paz e da Fraternidade Universal.  É um feriado internacional, adoptado por quase todas as nações do planeta.
 

Neste dia, as pessoas trocam votos de Alegria, de Paz e de Felicidade para o ano que se inicia. Tradicionalmente há uma vigília na noite de 31 de Dezembro. Comemora-se com muita festa a passagem do ano. Este dia foi criado, em 1968, pelo Papa Paulo VI para que fosse celebrado pelos verdadeiros amigos da Paz, independente de credo, etnia, posição social ou econômica.

 
Fonte: saber.sapo.mz/
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Terça-feira, 29.12.09

Contar o Tempo - Calendários da Humanidade

Calendário Asteca

O Calendário Asteca, também conhecido como Pedra do Sol, é o calendário utilizado pelos astecas, povo que habitou a região do México até meados do século XVI. Este calendário era baseado no ano solar,  possuindo, assim, 365 dias. O calendário asteca possui semelhanças com o calendário maia.

Artigo completo AQUI
 
 
Calendário Chinês

O calendário chinês (Chinês Tradicional: 農曆, Chinês Simplificado : 农历, pinyin: nónglì) é o mais antigo registo cronológico conhecido na História.
É um calendário que se utiliza tanto a partir do Sol quanto da Lua. A partir dele surgiu o horóscopo chinês. Na Ásia diversos países adoptam calendários parecidos com o chinês.
O calendário chinês é lunissolar. Cada ano possui doze lunações com um total de 354 dias. Para não se perder a sincronia com o ciclo solar (de 365,25 dias), são acrescentados a cada oito anos noventa dias ao calendário, ou, aproximadamente, duas lunações. Desta forma não se perde a sincronia nem com o ciclo solar, nem com o lunar.

Artigo completo AQUI
 
Calendário Islâmico

O calendário islâmico ou calendário hegírico é um calendário lunar composto por doze meses de 29 ou 30 dias com um total de cerca de 354 dias. A contagem do tempo deste calendário começa com a Hégira,  fuga de Maomé de Meca para Medina, em 16 de Julho de 622. O mês começa quando o crescente lunar aparece pela primeira vez após o pôr-do-sol. Tem cerca de 11 dias a menos que o calendário solar.
Este calendário não corrige o facto de o ano lunar não corresponder ao ano solar. Deste modo, os meses islâmicos retrocedem a cada ano que passa; eles mudam-se em relação ao Calendário Gregoriano. Uma vez que o calendário islâmico é cerca de 11 dias mais curto que o calendário solar, os feriados muçulmanos acabam por circular por todas as estações.

Artigo completo AQUI
 
Calendário Hindu

O termo calendário hindu é um pouco confuso, pois  refere-se a um conjunto de calendários regionais da Índia, que se comportam de formas distintas, assim como o calendário nacional indiano.
O governo da Índia adotpou um calendário nacional, o Calendário hindu, em 1957 para unificar os cerca de 30 calendários existentes no país, usados para determinar festas religiosas hinduístas, buditas, jainistas, islâmicas. Embora coincida com o gregoriano na contagem de dias e nos anos bissextos, o novo calendário conta o tempo a partir da Era Saka, que corresponde ao ano 79 da Era Cristã.

Artigo completo AQUI

 

Calendário Ático ou Grego

O calendário ático ou grego, em vigor em Atenas durante a Antigüidade, é o mais conhecido dos calendários gregos. É de tipo luni-solar.

O ano ateniense compunha-se de doze meses lunares. Originalmente cada mês tinha trinta dias. Posteriormente, com o fim de ajustar-se ao ciclo lunar, foi implantada uma alternância entre meses de 29 dias (κοῖλοι μῆνες / koĩloi mễnes) e de 30 dias (μῆνες πλήρεις / mễnes plếreis). O resultado é um ano de 354 dias, ou seja, onze dias a menos que o ano solar. Para remediar este problema, havia um décimo terceiro mês de trinta dias a cada dois anos lunares.

Artigo completo AQUI
 
Calendário Judaico

Calendário judaico ou hebraico (do hebraico הלוח העברי) é o nome do calendário utilizado dentro do judaísmo para a determinação da data das festividades, dos serviços religiosos e de outros eventos da comunidade.
O calendário hebraico é um calendário do tipo lunar baseado nos ciclos da Lua, composto alternadamente por 12 ou 13 meses de período igual ao de uma lunação, de forma a que o primeiro dia de cada mês é sempre o primeiro dia de lua nova. Nos tempos bíblicos a determinação dos tempos era realizada pela observação direta de testemunhas designadas para este fim, método seguido pelos Caraítas até aos dias de hoje, os quais determinam o primeiro mês do ano como Abib.
O método actual entre os judeus rabínicos é um calendário fixo criado devido á necessidade de um calendário permanente para comunidades que vivem fora de Israel. Este calendário tem base lunar, mas ajusta-se pelo calendário solar (enquanto o Calendário antigo ajustava-se pela maturação da colheita) para a inclusão de um novo mês, além de determinar o início do ano no mês de Tishrei.

Artigo completo AQUI

Autoria e outros dados (tags, etc)

Segunda-feira, 28.12.09

O Calendário dos Nossos Dias - Calendário Gregoriano

O calendário gregoriano é o calendário utilizado na maior parte do mundo, e em todos os países ocidentais; porém, existem países que não o aplicam como a China, Israel, Irão, Índia, Bangladesh, Paquistão, Argélia, etc. Foi promulgado pelo Papa Gregório XIII a 24 de Fevereiro do ano 1582 para substituir o calendário juliano.

Gregório XIII reuniu um grupo de especialistas para reformar o calendário juliano e, passados cinco anos de estudos, foi elaborado o calendário gregoriano, que foi sendo implementado lentamente em várias nações. Oficialmente o primeiro dia deste calendário foi 15 de Outubro de 1582.

Segundo o calendário gregoriano, hoje é 28 de dezembro de 2009 (nota: data de sistema).
O calendário gregoriano é o que hoje em dia se usa e distingue-se do juliano porque:
Omitiram-se dez dias (de 5 a 14 de Outubro de 1582).

Corrigiu-se a medição do ano solar, estimando-se que este durava 365 dias solares, 5 horas, 49 minutos e 12 segundos, o equivalente a 365,2425 dias solares.

Acostumou-se a começar cada ano novo em 1 de Janeiro.

Nem todos os anos seculares são bissextos. Para um ano secular ser bissexto tem de ser múltiplo de 400. Deste modo, evita-se a diferença (atraso) de três dias em cada quatrocentos anos existente no calendário juliano.

A mudança para o calendário gregoriano deu-se ao longo de mais de três séculos. Primeiramente foi adoptado por Itália, Portugal, Espanha e França e de modo sucessivo, pela maioria dos países católicos europeus. Os países onde predominava o luteranismo e o anglicanismo tardariam a adoptá-lo, caso da Alemanha (Baviera, Prússia e demais províncias) (1700) e Reino Unido (Inglaterra) (1751). A adoção deste calendário pela Suécia foi tão problemática que gerou até o dia 30 de fevereiro. A China aprova-o em 1912, a Bulgária em 1917, a Rússia em 1918, a Roménia em 1919, a Grécia em 1923 e a Turquia em 1927.

 

Fontesaber.sapo.mz/

Autoria e outros dados (tags, etc)

Segunda-feira, 28.12.09

POSTAIS DE NATAL II

 

Vladimir Domingos Naiene

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sexta-feira, 25.12.09

Presépios no Mundo

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quinta-feira, 24.12.09

Comemora-se amanhã o dia da família

Apesar da alta de preços, os supermercados são marcados por grandes enchentes nas principais cidades do país.

Comemora-se amanhã o dia da família, uma data que para os cristãos tem duplo significado, dado tratar-se, também, do dia de nascimento de Jesus Cristo. Em Moçambique, em particular na cidade de Maputo, regista-se, desde o início da presente semana, um movimento desusado de pessoas, com destaque para os mercados formais e informais, e ainda para os principais supermercados. As pessoas procuram a todo o custo adquirir algo para passar condignamente a festa do Natal ou da família.
 

Leia o artigo completo AQUI

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quinta-feira, 24.12.09

Stewart Sukuma fala do significado do natal

O músico Stewart Sukuma em entrevista  à equipa do SAPO Moçambique revelou que o natal significa estar com a família e amigos, e que este ano, o destino para passar o natal é Pemba (Cabo Delgado). "É nesse dia que temos a oportunidade de ter a familia toda reunida e, de mais uma vez fazer o voto de união".

Questionado sobre o que gosta de comer nesta época natalicia, Stewart não hesitou em responder que adora ter na mesa o tradicional perú, mas não dispensa umas chamussas, rissóis, croquetes, bem como, o arroz de perú.
"No natal, uma prenda para cada um é fundamental, principalmente para as crianç

as, quanto aos adultos, adoro oferecer perfumes e peças de roupa", explica.
Para 2010, o músico vai gravar um novo CD mais DVD e, pretende ainda, institucionalizar a marca. O ano de 2009 foi um ano de concretizações e revelações, tanto a nível profissional como pessoal para Stewart.  
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quinta-feira, 24.12.09

Postais de Natal

Eduardo Alírio

 

Flávio Jamine

 

Eduardo Alírio

 

Flávio Jamine

 

Obal Zeca

 

Suraya Hamide

 

Zélia Jasse

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quarta-feira, 23.12.09

Seth Suaze e Yuri da Cunha cantam pelo Natal

Os músicos Seth Suaze, de Moçambique, e Yuri da Cunha, de Angola, vão ser figuras de cartaz de dois concertos que vão decorrer esta quinta-feira, por ocasião do Natal, oferecendo oportunidades para diversão por parte dos amantes do “afro jazz” e “semba”, respectivamente, isto na noite da consoada.

Seth Suaze será o primeiro a entrar em cena, pelas 22 Horas, num concerto que está programado para ter lugar no Ambiente Bar, na capital do país. “Afro Jazz pelo Natal” é o título do concerto deste jovem músico que no último fim-de-semana abriu o espectáculo protagonizado pela sul-africana Lira.
“Vai ser um momento em que desejarei Feliz Natal a todos amantes do estilo Afro Jazz e também será uma oportunidade para fazer as despedidas do ano 2009, tendo em conta que será o último concerto oferecido por mim neste ano”, disse Seth Suaze.
Já a discoteca “Coconuts Live” será palco por volta das 23 Horas de um espectáculo oferecido pelo angolano Yuri da Cunha, que convida os moçambicanos a um passo de dança ao ritmo de “Semba”. Da Cunha está em Maputo a convite do Big Brothers Entretenimento, sendo por isso ser figura de cartaz de dois espectáculos na capital do país, sendo que o segundo está previsto para sábado na discoteca Big Brothers.
 
 
                                               

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quarta-feira, 23.12.09

Comunidade Sant’ Egidio oferece 76 almoços aos necessitados

A Comunidade Sant’ Egidio de Moçambique, uma instituição religiosa, vai organizar 76 almoços por ocasião do Natal em todo o país, com vista a proporcionar um dia feliz aos necessitados, particularmente as crianças desfavorecidas, idosos, mendigos e doentes, de acordo com um comunicado de imprensa enviado à nossa redacção.

Esta comunidade diz que com este banquete, prevê-se abranger pouco mais de 11 500 pessoas que vivem num clima de solidão no país.
A festa do Sant’ Egidio, ainda de acordo com o comunicado que estamos a citar, será organizada nas igrejas, residências, lares para os idosos, crianças e deficientes, cadeias e hospitais. A maioria das pessoas que participam neste tradicional almoço de Natal são os pobres que vivem que durante o ano “num esquecimento”.
Os fundos para a organização destas festas são provenientes da angariação colectiva de valores monetários, proporcionadas por todas as comunidades Sant’ Egidio, durante algumas semanas anteriores ao Natal, assim como de ajudas de pessoas individuais, alguns comerciantes, entre outros.
No dia 25 de Dezembro, o almoço de Natal será no Centro Nutricional da Matola, com cerca de 1 200 crianças, que durante todo o ano frequentam aquela instituição.
Para as cadeias de todo o país, serão oferecidos um total de 20 almoços. No dia 28, a comunidade Sant’ Egidio estará na cadeia de máxima segurança (B.O), com cerca de 300 reclusos, que depois poderão receber algumas presentes.
 
Fonte: opais.sapo.mz/opais/

Saiba mais sobre a comunidade Sant’ Egidio AQUI

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/3




Pesquisar

Pesquisar no Blog